sexta-feira, 29 de maio de 2015

Madeleine ao creme de castanha portuguesa

Oi gente, hoje faremos uma bolachinha para servir com café. É um docinho tradicional francês, típico da região de Languedoc, mas muito usado em toda França. Celebrado na literatura francesa por Marcel Proust e delicadamente comentado no famoso livro "Em busca do tempo perdido". São também muito populares na Espanha onde são chamadas de Madalenas.

Madeleine ao creme de castanha portuguesa 
(marrons)



3 ovos
100g de açúcar
100g de farinha
2 pacotes de fermento químico
100g de manteiga
250g de creme de marrons (castanha portuguesa)
50ml de cognac
1 pitada de sal

Preparo:
1 - Pré-aquecer o forno à 180°C
2 - Bata os ovos com  açúcar, ajunte a farinha, o sal, o fermento, a manteiga derretida, o creme de marrons e o cognac. Misture bem.
3 - Unte e enfarinhe as formas de madeleine, preencha metade da cavidade. Asse até dourar.
4 - Desenforme ainda morno e sirva pulverizado com açúcar de confeiteiro.

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Poulet à la Corse

Olá amigos! Vamos fazer um prato francês da Córsega.
Meus alunos fizeram ontem no curso de cozinha francesa, achei tão saboroso que estou fazendo na minha casa hoje e proponho que vocês façam também. Vão adorar! ("Bacon é vida!!!!" - como dizem meus alunos)

Poulet à la Corse



500g de peito de frango
Sal e pimenta q/n
120g de toicinho defumado ou bacon
2 cebolas médias
½ kg de batata pirulito
50g de azeitonas verdes sem caroço
100g de cogumelos frescos
2 colheres (sopa) de azeite
1 dente de alho
2 colheres de conhaque
6 tomates cereja


Preparo:
1- Tempere os frangos, fatie o toicinho e a cebola e os cogumelos, lave bem as batatas e os tomates.
2- Frite o toicinho na manteiga, junte a cebola e refogue.
3- Adicione o frango, as batatas e salteie até dourar.
4- Junte as azeitonas os cogumelos e tomates, tempere com sal, pimenta e o alho.
5- Finalize colocando tudo em forma refratária, regue com o conhaque e leve ao forno.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Tarte Tropéziènne

Oi gente! Hoje faremos uma torta famosa em Saint Tropez, por ter sido a preferida de Brigite Bardot no tempo em que as mulheres não precisavam ser magérrimas. É uma brioche servida como sobremesa embora eu prefira usá-la em um lanche. Meus alunos fizeram em sala de aula e todos gostaram muito. Vale a pena experimentar. 

Tarte Tropéziènne



Massa:
300g de farinha de trigo
1 ovo batido
50g de açúcar
1 pitada de sal
125 ml de leite quente
1 sachê (10g) de fermento biológico
100g de manteiga derretida

Creme Mousseline:
250ml de leite rechauffé (pouco a pouco)
25g de amido de milho
50g de açúcar
2 ovos
1 pc de água de flor de laranjeira
4g de manteiga

Para finalizar:
Açúcar de confeiteiro
1 ovo

Preparo:
Massa:  Faça uma esponja com o fermento, metade do leite morno, 1 colher de sopa de açúcar e 1 pitada de sal, acrescente 3 colheres de farinha, misture bem e deixe dobrar de volume.

1. Bata o restante do leite, do açúcar, a esponja, ovo, sal e a farinha de 6 a 8 minutos e, em seguida, acrescente a manteiga derretida, batendo novamente até ficar homogêneo. 
2. Coloque em uma tigela, cubra com papel filme, retirando todo o ar, e deixe descansar por 1 hora até dobrar de tamanho. 
remova o ar da massa e trabalhe-a. 
3. Corte em 8 pedaços iguais de 70g, faça bolinhas, coloque na folha de padaria e deixe descansar e crescer por mais 1 hora.
4. Pincele o ovo sobre os brioches, cubra com açúcar de confeiteiro e leve ao forno a 175°C por 20 minutos. Deixe esfriar.

Creme Mousseline: 
1. Bata com a batedeira os ovos, o açúcar, o amido de milho e, em seguida, vá adicionando o leite pouco a pouco. 
2. Transfira para uma panela, aqueça e vá misturando e mexendo até que vire um creme firme. 
3. Coloque o creme em uma tigela e acrescente a manteiga. Bata na batedeira, adicione a água de flor de laranjeira e continue batendo. Transfira para uma tigela, cubra com papel filme, retire todo o ar e leve à geladeira.
4. Enquanto isso, bata o lait écrémé na batedeira até que vire um creme e adicione ao creme que está na geladeira, misturando delicadamente. Cubra de novo com papel filme retirando o ar e leve à geladeira por 30 a 40 minutos.

Corte os brioches ao meio e recheie com o creme com o saco de confeitar.

Finalize cobrindo um disco com o creme através de um saco de confeiteiro e cubra com o outro disco.

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Clafoutis de tomate cereja

Vejam que lindo este clafoutis que um aluno da cozinha francesa fez! É muito fácil de fazer e pode ser servido como uma entrada fria ou quente. Ele sofisticou ainda colocando umas fatias de trufas que sobraram de outra preparação. Ficou uma delícia! Experimente fazer e me conte depois.

Clafoutis de tomate cereja



400g de tomates cerejas
Salsinha, manjericão e cebolinha picadas q/n
100 g de queijo Gruyère ralado
55 g de farinha
4 ovos grandes batidos
3 colheres(sopa) de creme de leite
225 ml de leite
Sal e pimenta q/n


Preparo:
1- Unte uma travessa redonda, disponha os tomates sobre ela e salpique com as ervas e a metade do queijo
2- Misture a farinha com os  ovos , junte o creme de leite e o leite batendo até ficar um creme fino e macio. Tempere com sal e pimenta
3- Coloque a mistura por cima dos tomates e salpique com o restante do queijo
4- Leve ao forno preaquecido a 180 °C por aproximadamente 45 minutos ou até ficar firme e dourado

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Compota de Clementinas

Que tal fazer uma sobremesa muito fresquinha e fácil com uma fruta da época?

Compota de clementinas


6 clementinas 
250 g de açúcar
1 colher(sopa) de zests de Clementina

Preparo:
1- Descasque as clementinas, corte os frutos ao meio e fatie
2- Cozinhe em uma panela em uma calda feita com o açúcar e zests da Clementina
3- Retire da calda e disponha em rosácea em uma travessa e polvilhe com chocolate em lascas 
4- Reduza a calda e coloque em fio sobre a preparação para dar brilho

A clementina é uma fruta muito doce que combina perfeitamente com o chocolate:





Postagens populares

Translate